Qualidade de vida em tempos de pandemia

31-10-2021
A forma como vivemos dificilmente voltará a ser como era antes da pandemia. Que divisões ou espaços se revelaram verdadeiros santuários de qualidade de vida em tempos de pandemia. O novo normal trouxe-nos uma nova forma de encarar o lar.

A qualidade de vida em tempos de pandemia forçou-nos a mudar os hábitos do dia a dia e a reinventar o propósito de cada espaço dentro das 4 paredes a que chamamos casa. 

O trabalho, a escola, o café, o ginásio – e todos os outros locais que tão rotineiramente visitávamos – foram recambiados para casa.  E ainda: partilhados com os restantes membros da família.

Foram, sem dúvida, meses desafiantes e com um impacto expressivo na qualidade de vida em tempos de pandemia. O que nos fez repensar a forma como habitamos e vivemos cada espaço.

 

Qualidade de vida em tempos de pandemia: antes e durante

Ninguém estava preparado para viver uma ameaça à saúde pública como enfrentamos desde o ano passado. E as nossas casas foram um excelente espelho dessa realidade.

Os espaços que nos pareciam equilibrados e razoáveis para a função que desempenhavam – face à transformação em palco  de um ‘dia normal’ cá dentro – rapidamente se tornaram minúsculos. Ou, pelo menos, assim o sentimos na qualidade de vida em tempos de pandemia.

Os períodos de confinamento forçaram-nos a ver e viver o nosso lar com outros olhos. A necessidade de ter um balão de oxigénio em casa para assegurar a qualidade de vida em tempos de pandemia foi assim colocada a nu.

Lithoespaço | Qualidade de vida em tempos de pandemia
Ao longo dos meses, as varandas atuaram como o lá fora cá dentro.

 

Para muitos, esta necessidade foi colmatada pelas varandas. Espaçosas, estreitas, pequenas e, por vezes, sem espaço para uma cadeira. Foi este o lugar que muitos adotaram como refúgio. E, na ausência de varanda, a qualidade de vida em tempos de pandemia foi assegurada por janelas abertas e marquises que permitiram que a luz e o sol invadissem o lar.

 

Lithoespaço | Qualidade de vida em tempos de pandemia
Criar (e cuidar) de um jardim urbano foi um dos escapes terapêuticos mais comuns

 

Para outros, ter qualidade de vida em tempos de pandemia passou por outras soluções: criar um jardim urbano, explorar novas receitas e pratos, desenvolver soluções DIY para aumentar o conforto em casa, entre muitas outras soluções.

 

Lithoespaço | Qualidade de vida em tempos de pandemia
Outro hobby muito comum foi a arte de fazer pão em casa

 

Tendências para qualidade de vida em tempos de pandemia

A pandemia reforçou a necessidade de ter mais espaço em casa. Tanto no interior como no exterior. Por forma a assegurar a qualidade de vida em tempos de pandemia para todos os membros da família e garantir um dia a dia tranquilo.
Lithoespaço | Qualidade de vida em tempos de pandemia
O mesmo espaço pode ser desenhado e ajustado a diferentes momentos do dia

 

Algumas tendências que já se fazem sentir: a necessidade de espaços exteriores em casa, divisões mais amplas e espaços privados para cada um dos habitantes. Para trabalhar, estudar ou para simplesmente estar.

Os espaços verdes em núcleos habitacionais também se apresentam como uma crescente exigência para quem procura casa. A possibilidade de passear no jardim sem precisar do carro para isso.  No fundo, ter um espaço acolhedor mesmo à porta de casa.

 

Lithoespaço | Qualidade de vida em tempos de pandemia
Pequenas plantas contribuem para uma envolvência harmoniosa em casa.

 

A necessidade de maior contacto com a natureza também está a ser transposta para os elementos decorativos do lar. Elementos naturais, pequenos vasos com plantas e apontamentos de cor que contribuem para uma sensação de maior ligação com o exterior.

 

Qualidade de vida em tempos de pandemia: o condomínio

Assegurar a qualidade de vida em tempos de pandemia foi um desafio, mas inspirou soluções muito criativas.

Nuno Sampaio, arquitecto e diretor executivo da Casa da Arquitectura, propôs numa entrevista ao Expresso a reinvenção dos espaços comuns para uma melhoria da qualidade de vida em tempos de pandemia: as coberturas e halls dos edifícios podem ser reinventados ‘como espaços de lazer para todos os condóminos’.

Lithoespaço | Qualidade de vida em tempos de pandemia
Este pode ser o detalhe em falta para separar a tranquilidade do lar do rodopio do dia a dia

 

A habitação tem como principal foco garantir abrigo em condições de segurança, conforto e privacidade. Essa necessidade permanecerá intacta.

Porém, os espaços que habitualmente consideramos ‘de passagem’ podem alterar significativamente o conforto no condomínio.

Aprendemos muito sobre qualidade de vida em tempos de pandemia. E isso será sempre refletido na forma como vivemos um espaço.

Outras Notícias Recentes